Como manter o colaborador motivado, mesmo à distância

 

home office

Surgido na década de 1970, quando houve a crise do petróleo e os gastos com o deslocamento para o trabalho se tornaram muito onerosos para a maioria das empresas, que decidiram manter seus funcionários em casa para economizarem, o Home Office durante muito tempo foi visto com ressalvas pela maioria dos empresários. Achavam que nem todo mundo consegue resistir à tentação de tirar um cochilo ou navegar na internet durante o expediente.

Mas com a pandemia, quando todos foram obrigados a ficar em casa e a única alternativa para a maioria foi o teletrabalho, tanto empresários quanto colaboradores viram o quão vantajoso é esse tipo de atividade. Eliminado o preconceito inicial e com o objetivo que hoje muitas empresas têm de no pós-pandemia continuar mantendo pelo menos uma parte de seus funcionários em Home Office, a grande preocupação agora é manter os colaboradores motivados, mesmo à distância.

E como podemos manter essa motivação no home office?

Uma sugestão é que o gestor seja bastante claro ao conversar com seus funcionários. Definir corretamente os objetivos, explicá-los e evidentemente cobrar os resultados no momento certo direciona o trabalhador, que consegue vislumbrar de forma límpida o que se espera dele.

Outra dica valiosa é que o gestor tenha planilhas com o detalhamento de tudo o que o funcionário terá de fazer durante um determinado tempo, por exemplo, uma semana ou duas. Sabendo antecipadamente o que lhe será cobrado, o colaborador também consegue se programar melhor e distribuir seu tempo de maneira homogênea.

Uma terceira possibilidade é que o gestor e o funcionário tenham encontros virtuais periódicos, nos quais ambos podem falar sobre as metas, o resultado do trabalho e as dificuldades encontradas, além de como saná-las. Esse encaminhamento mantém o colaborador atento para o trabalho e também acalma a ansiedade do gestor sobre como está se portando o funcionário. Alguns consultores acreditam que reuniões virtuais semanais são o ideal.

A qualidade da entrega continua tendo a mesma importância.

É muito importante também haver uma definição clara de qual deve ser o patamar de qualidade do trabalho entregue. Se o funcionário fica num vácuo, é difícil para ele atingir o resultado esperado.

Por fim, saber reconhecer um bom trabalho é fundamental para manter a motivação do colaborador. O gestor deve estabelecer metas e, quando estas forem atingidas, o melhor caminho é recompensá-lo. Todo mundo gosta de recompensas e com elas é mais fácil conseguir a total dedicação de quem trabalha, seja de casa ou não.

Mais Postagens

2020-08-25T18:43:03-03:00