A Internet das Coisas como tendência para 2021

 

Internet das Coisas

 

A princípio, a internet referia-se a uma rede gigantesca de computadores interligados, mas logo se percebeu que através dela era possível conectar inúmeros dispositivos de formatos e proporções diferentes, como bonecas, máquinas diversas e até carros, para compartilhar informações no ambiente digital, mundialmente.
Essa conexão, a Internet das Coisas (IoT), como é chamada, assumiu um protagonismo muito grande neste momento em que o mundo vive uma pandemia e o contato entre as pessoas está prejudicado. Conectar-se através de inúmeras ferramentas, dispositivos e até brinquedos pode ajudar a encarar essas dificuldades de maneira mais leve e confiante. Por isso, ela está sendo tratada pelos especialistas em tecnologia como uma das principais tendências não só para 2021, mas pelos próximos 3 anos.

O ‘novo normal’ exigirá de todos uma forma diferente de nos relacionarmos, e a internet das coisas nos unirá melhor.
Para se ter uma ideia, a Gartner, empresa norte-americana que desenvolve tecnologias, realizou uma pesquisa intitulada “Top Strategic IoT Trends and Technologies Through 2023” para aferir quanto o mundo se desenvolverá até essa data em IoT. Uma das conclusões do estudo é que até o ano que vem cerca de 25 bilhões de ‘coisas’ estarão em conexão pelo mundo. Estarão compartilhando informações e dados importantíssimos, e o grande desafio das corporações será justamente coletar esses dados e saber utilizá-los para desenvolver seus negócios.

Mas para que serve a Internet das Coisas?

Sua aplicação é infinita. Podemos pensar em casas inteligentes, construídas com fechaduras que leem digitais, sistemas de segurança por leitura de íris, automação da parte elétrica e de eletrodomésticos, e até monitoramento da porta mesmo à distância. Ou carros autônomos, que podem ser usados em inúmeras situações, como os que o Japão construiu para as Olimpíadas deste ano, que acabaram não acontecendo, para transportar os atletas. Ou até mesmo na área da saúde, que inclusive teve um desenvolvimento gigantesco nesta pandemia, com a conexão entre vários dispositivos para acelerar diagnósticos, compartilhar a situação dos pacientes e até equipamentos que agilizam um atendimento mais seguro.
Como a aplicação da IoT é muito ampla, poderíamos passar horas aqui demonstrando como ela é necessária e sua evolução ajudará muito numa melhor qualidade de vida para todos.

Mais Postagens

2020-11-24T12:21:36-02:00