GCN para evitar o caos 

 

GCN para evitar o caos

 

Num ano em que nada mais parece normal, em que se tem a sensação de que viraram o mundo de cabeça para baixo, nunca se falou tanto em Gestão de Continuidade de Negócios. Afinal, todas as empresas de todos os lugares foram afetadas de alguma maneira. Cenários que poderiam parecer pragas em situações bíblicas ou uma grande teoria da conspiração sobre um mundo em fase apocalíptica aconteceram, e muita gente não estava preparada para o caos que se instalou, embora a GCN já faça parte do ambiente corporativo há muito tempo.

Apenas para elaborar melhor a narrativa, segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, a norma “estabelece o processo, os princípios e a terminologia da gestão de continuidade de negócios (GCN). O propósito desta Norma é fornecer uma base para que se possa entender, desenvolver e implementar a continuidade de negócios em uma organização além de obter confiança nos negócios da organização com clientes e outras organizações. Ela permite também que a organização avalie sua capacidade de GCN de uma maneira consistente e reconhecida.”

Em outras palavras, é um processo em que especialistas analisam (de acordo com as variantes do mercado) quais as possibilidades de crise para determinada organização, por exemplo, ficar sem seus principais gestores; ou ficar sem seus funcionários por causa de uma greve coletiva; ou ficar sem matéria-prima, em função de uma escassez sazonal; enfim, existem N probabilidades de a empresa não poder continuar produzindo e, caso ocorra um desses problemas, o que deverá ser feito para restabelecer a produção.

Neste ano de 2020 pudemos ver inúmeras organizações se verem encurraladas diante das crises que foram se sucedendo após a instalação da pandemia: isolamento social, leis que proibiram pessoas do grupo de risco de trabalharem, desemprego em massa, falta de dinheiro no mercado, caos na Bolsa de Valores, muitos produtos ou serviços que já tinham sido vendidos e que não puderam ser entregues, como festas de casamento ou viagens. 

As empresas que tinham uma boa GCN conseguiram se manter no mercado de trabalho, mas muitas infelizmente tiveram de encerrar suas atividades.

Para muitas delas, porém, ainda não é tarde. A Altio Soluções Tecnológicas, empresa que se propõe a promover a transformação digital de seus clientes, possui uma completa e inovadora consultoria, que funciona através da implementação de um Sistema de Gestão de Continuidade de Negócios (SGCN), que visa identificar e atender os requisitos de conservação de forma eficaz, acompanhando inclusive as frequentes variações que ocorrem em processos críticos, ativos de negócios e pessoas-chaves de uma organização.

Com a implementação do SGCN é possível, para a empresa, a organização de equipes com colaboradores que conheçam realmente o negócio, identificação e priorização de processos e pessoas-chaves da empresa, definição de tempos de recuperação realistas, avaliação ampla dos riscos nos principais ativos, capacitação dos stakeholders e forte apoio da alta gerência liderando o processo nas fases de implementação e atualização.

Não espere o caos se instalar para pensar na sua solução. Busque ajuda ainda hoje. Entre em contato com a Altio e consiga uma GCN moderna e eficaz.

Mais Postagens

2020-12-09T15:53:59-02:00